Lista de convidados!! - por Claudia Matarazzo

A confecção da lista de convidados vai passar por várias etapas, e em todas será permanentemente testado o poder de negociação de todos. Por isso, é bom estarem prevenidos.

Cerimônia religiosa ou festa? – é claro que, se for apenas para a cerimônia religiosa, vocês podem simplesmente  escolher um local de acordo com o número de amigos e familiares e convidar todo mundo. No entanto, quando se trata da festa, a coisa muda completamente. O ideal e correto é que se convide para a festa todos os que foram convidados para a igreja.

Vale- empada – as vezes não é possível convidar todos, e infelizmente, os noivos e suas famílias veem-se obrigados a recorrer ao deselegante “vale-empada” – aquele cartãozinho que vem anexado ao convite de apenas alguns felizardos convidando-os para a festa.
Não gosto desse expediente e acho que vale a pena fazer um esforço e reduzir
os convidados para um número real de amigos  mais íntimos e compatível com
espaço da comemoração.

Pré lista  – o estilo do casamento também é decidido pela quantidade de convidados. Por isso, comece com um número que possa circular e se acomodar confortavelmente
em sua festa. Depois, divida esse número por quatro. Quatro quer dizer: pais
da noiva, pais do noivo, noiva e noivo. No total, são seis pessoas decidindo
sobre quem vai e quem não vai à festa.

Para estabelecer isso, defina o quanto antes exatamente a fatia do orçamento
que pode ser gasta na festa. Para isso, é necessário que vocês já tenham em
mãos um primeiro levantamento de preços de bufês, flores e decoração, pois o
cálculo desse tipo de serviço e feito por pessoa.

Critérios de escolha – uma vez estabelecido esse número, a não ser que haja um orçamento imenso, é inevitável que vocês tenham de se decidir por alguns cortes. E esta é uma das partes mais delicadas.

O primeiro passo para simplificar a lista é comparar a relação de convidados de cada um e eliminar os nomes repetidos. Depois, risque aqueles amigos distantes, que moram em outros países, estados ou cidades. Se ainda assim for necessário cortar,
restrinjam-se aqueles que vocês conhecem bem, deixando de fora os amigos da
ginástica ou da empresa.

Antes de mais nada, entre em um acordo com seus pais e sogros quanto à parte
que cabe a cada um nessa lista. O ideal é que a cada família tenha o direito
de convidar 25% do total, e os noivos, os 50% restantes, divididos como eles
acharem melhor.

Finalmente use o seguinte parâmetro: se você nunca foi tomar sequer um café na casa de, se determinada pessoa, porque mesmo ela tem que ser convidada para um momento tão especial de sua vida?